Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

Insights

Benefícios do BIM para as indústrias

Veja 12 benefícios do BIM para a sua indústria!

30.05.2022

Compartilhar:

A metodologia BIM - Building Information Modeling - é mais conhecida e difundida na construção civil, mas, considerada “o futuro” da engenharia, traz uma lista extensa de benefícios que pode revolucionar, também, a realidade das indústrias. 

O BIM é uma metodologia que permite a simulação de todas as fases de um projeto de forma virtual, antes de dar início à execução, por meio das tecnologias de modelagem 3D, planejamento 4D, orçamento em 5D, sustentabilidade 6D e gestão de ativos em 7D.

Assim, é possível extrair, para além da modelagem em 3D já muito utilizada no mercado, informações precisas do cronograma de execução dos projetos, estimativa de custos e materiais necessários e possíveis intercorrências para mitigação de riscos. 

Embora com crescimento ainda lento no Brasil, o BIM é utilizado - até mesmo de forma mandatória - em diferentes países como no Reino Unido, Inglaterra e Alemanha e tem se desenvolvido. Para além das tecnologias 3D, 4D, 5D, 6D e 7D, por exemplo, fala-se em três novas dimensões: a segurança 8D, construção ágil baseada no lean construction como 9D e a industrialização da construção (10D).

 

>>> Leia também: Como o BIM pode revolucionar o mercado imobiliário

Benefícios do BIM

A utilização do BIM traz mais clareza para todos os stakeholders de um projeto, por meio do forncimento de informações precisas e transparentes que podem ser acessadas em tempo real por qualquer pessoa envolvida. Além disso, a extração de dados permite uma projeção mais fiel dos custos e prazos, trazendo mais controle e rastreabilidade dos processos.

Mas, como esses benefícios serão alcançados na prática? O Núcleo BIM da Timenow separou 12 benefícios do BIM para explicar como eles podem ser alcançados. Confira:

  1. Redução do tempo de Engenharia/Projeto: Através da integração automática entre as disciplinas. No momento que uma modificação é realizada em alguma disciplina do modelo 3D, automaticamente as outras disciplinas recebem a atualização, online. Além de facilitar a descoberta de inconsistências nos projetos, o tempo gasto para a realização de alterações é muito pequeno se comparado com o método atual, devido a toda integração do modelo e atualização automática.
  2. Eliminação de interferências no design: Os softwares localizam automaticamente as interferências entre os objetos que compõem um modelo, funcionalidade conhecida como ‘clash detection’. Como o projeto é desenvolvido de forma integrada por todas as disciplinas, há uma redução dos casos de interferências no design.
  3. Redução no tempo de execução: As simulações de construção e montagem utilizando o planejamento 4D permitem prever as possíveis falhas na execução, antecipando as tomadas de decisão que seriam necessárias para mitigar ou reverter as interferências.
  4. Redução de erros de design/projetos: Através do trabalho simultâneo de múltiplas disciplinas de projeto, é possível melhorar a comunicação entre os projetistas. O projeto é visto em 3D e, com isso, os stakeholders conseguem ter a visão exata do que será construído no campo.
  5. Mais precisão no orçamento: Com a correta visualização de todos os itens a serem fabricados e montados no modelo 3D, é possível diminuir a necessidade de margens de segurança na aquisição de materiais. 
  6. Melhora na elaboração do cronograma: Avaliação do sequenciamento de atividades através do planejamento 4D. O projeto é realizado no computador em ambiente virtual antes de ser construído em campo. Todos os passos das montagens podem ser ‘ensaiados’ previamente nos computadores, com a utilização de processos de ‘Projeto e Construção Virtual’ (VDC – Virtual and Design Construction), garantindo alto nível de confiabilidade e previsibilidade aos projetos e especificações.
  7. Confiabilidade nas informações: Como todos os objetos do modelo são interligados e paramétricos, as informações são verificadas e validadas automaticamente após cada modificação. O banco de dados inteligente, posteriormente, pode ser extraído, aumentando a integridade e consistência das informações de engenharia e otimizando um trabalho colaborativo que permite a troca de informações para gerenciamento e controle durante sua progressão.
  8. Redução do desperdício de materiais: Devido ao nível de precisão da modelagem 3D são fabricados e compradas quantidades mais precisas de materiais para o projeto. Os equipamentos estarão posicionados com mais precisão nos modelos 3D.
  9. Melhor estimativa de custos: A engenharia de custos recebe informações mais precisas e com mais detalhes para elaboração das estimativas e orçamentos, pois no modelo 3D além da geometria dos objetos, podem ser acessadas informações precisas de localização e tempos de fabricação, instalação e montagens. Com o planejamento 4D é possível verificar se o cronograma planejado é consistente e possível, assim as situações são percebidas e remediadas ainda na etapa de planejamento, reduzindo riscos ao cumprimento de custo. Além disso, as alterações dos projetos e os impactos gerados na sua obra são analisadas no planejamento 4D antes mesmo de serem executadas. Com isso, os impactos de custo e prazo são facilmente rastreados.
  10. Mais segurança para o trabalhador: O BIM auxilia na prevenção de acidentes, pois é possível determinar antecipadamente alguns riscos no modelo 3D por meio das visualizações do ativo e de sua execução, além da possibilidade de gerar diversas simulações no planejamento 4D. Também permite a colaboração entre os profissionais envolvidos, fomentando a proposição de melhores soluções, otimizando o desempenho corporativo e possibilitando o uso de sensores que acompanham o trabalhador, com dados em tempo real, incluindo informações de saúde.
  11. Informações em tempo real: O BIM permite o acompanhamento do avanço do projeto digitalmente de forma muito simples, porque todos os modelos ficam no mesmo lugar e são acessados de qualquer lugar por meio da internet.
  12. Melhora na tomada de decisão: O BIM remove os silos de dados que dificultam a colaboração e impedem a identificação das raízes dos problemas. Os dados armazenados e coletados  podem ser usados para fornecer insights poderosos para projetos futuros e mudar de indicadores atrasados para indicadores avançados.

>>>> Leia também: Experiência e tecnologia: conheça nossa gestão digital de contratos

Esses são alguns dos muitos benefícios que a aplicação da metodologia BIM em projetos industriais pode trazer. Pensando nisso, a Timenow desenvolveu um núcleo de especialistas para atuar em diferentes projetos. A tecnologia pode ser usada em diferentes fases do ciclo de vida dos projetos, beneficiando não apenas projetos de implantação como, também, a rotina de gestão e manutenção de ativos. 

Entre em contato com nossos especialistas!